História
Localização
Ouvidoria
Arquitetura e Urbanismo
Direito
Administração
Ciências Contábeis
Secretariado Executivo
Publicidade e Propaganda
Jornalismo
Ciência da Computação
Enfermagem
Fisioterapia
Nutrição
Comissão de Ética em Pesquisa
Observatório Epidemiológico
Revista Virtual de Direito
Comissão Própria de Avaliação
Complexo Laboratorial de Saúde
Clínica Escola CEUT
Núcleo de Prática Jurídica
Controller - Empresa Jr
Inove - Agência Jr
Agecom - Agência de Comunicação Jr
TV CEUT
Jornal Laboratorial Matraca
Laboratório de Circuitos Digitais
ENACTUS CEUT
Programa de Estágio
Núcleo de Apoio Psicopedagógico
CIME CEUT
Projeto Aluno Atleta
Aluno On-line
Professor On-line
Webmail
Financeiro e Tarifas
Calendário Acadêmico 2014.1
Calendário Acadêmico 2014.2
   
 
     
 
É uma comissão prevista pela Lei nº 10.861/2004 que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, responsável pela coordenação, condução e articulação do processo interno de avaliação institucional do CEUT.

É formada por representantes do corpo docentes, discente, administrativo e sociedade civil, que trabalham engajados por uma única ideia: a melhoria da qualidade do ensino superior.
Manter atualizado o corpo docente, discente e administrativo do CEUT, assim como a sociedade em geral, com relação ao processo interno de avaliação institucional, às ações planejadas e realizadas e as estratégias implementadas, a partir dos resultados alcançados, a fim de desenvolver uma gestão acadêmico-administrativa de maior qualidade.
- Maria Auxiliadora Pereira da Cruz: Presidente da CPA/CEUT
- Lina Rosa de Jesus Bona: Representante da Entidade Mantenedora
- José Airton Ferreira de Sousa: Representante do Corpo Docente
- Luciana Melo Barreto e Ana Maria Oliveira Bona: Representantes do Corpo Técnico-Administrativo
- Wellington Demes Coelho de Sousa: Representante do Corpo Discente
- Rubens Portela Dantas: Representante da Sociedade Civil Organizada
Visite a CPA/CEUT: bloco I, 1° andar
Fone: (86) 4009-4300 | ramal 4317
E-mail: cpa-ceut@ceut.com.br
 
 
 
Como são feitas as avaliações nas Instituições de Ensino Superior?
Instituída pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, as Avaliações das Instituições de Ensino Superior - AVALIES são desenvolvidas em duas etapas, consideradas como principais das IES:

a) a auto avaliação:
coordenada pela Comissão Própria de Avaliação - CPA de cada Instituição, objetiva compreender os significados do conjunto das atividades desenvolvidas pela IES, para melhoria da qualidade educativa e relevância social, a partir da análise coletiva de significados, formas de organização, administração e ação, bem como da identificação de pontos fracos e potenciais, e do estabelecimento de estratégias para superar os problemas detectados, a partir da avaliação.


b) avaliação externa: realizada por comissões designadas pelo INEP, obedecendo orientações estabelecidas pelo CONAES.
Qual a proposta do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES com os resultados das Avaliações?
O SINAES é uma exigência do Governo Federal fundamentada na necessidade de melhorar a qualidade da educação superior, tornando obrigatória a auto avaliação para todas as instituições de ensino superior do país, quer sejam públicas ou privadas.

Sua proposta principal e avaliar uma Instituição integrando os resultados do ENADE, das avaliações de curso e do processo de auto avaliação, observando-se 10 dimensões que englobam: missão e planos institucionais, gestão e organização, ensino, pesquisa e extensão tanto docente quanto discente, aspecto técnico administrativo, responsabilidade social, infraestrutura, planejamento e avaliação, dentre outras. Desse modo, o SINAES estrutura uma macro avaliação institucional da qual todos participam.
O ENADE também é uma modalidade de avaliação do SINAES?
Sim. O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes - ENADE integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES com o objetivo de aferir o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências do curso.

Anualmente, o Ministério da Educação - MEC seleciona as áreas que participarão do exame. Realizado por amostragem, os alunos habilitados a fazer a prova são inscritos pela própria instituição de ensino. A partipação é obrigatória e constará no histórico escolar do estudante, exceto quando em caso de dispensa pelo MEC.